• Peixes dos oceanos.
  • Peixes do oceano Atlântico.
  • Melanocetus Johnsonii

Melanocetus Johnsonii O demônio negro.


Zona.: Oceano Atlântico.

0 opinião (ões).

O demônio negro, também conhecido como tamboril abissal, é um dos peixes mais misteriosos do mundo marinho. O seu habitat natural são as profundezas e só aí vive. Seu nome vem de sua aparência marcante: dentes grandes e uma forma monstruosa.

Cientificamente é conhecido como Melanocetus johnsonii e pertence à família biológica dos melanocetídeos.

Uma de suas características físicas mais particulares -de tantas- é a antena que tem na cabeça, que se acende, graças às bactérias que contém dentro, a fim de atrair e caçar suas presas.

Onde vive o peixe-diabo negro?

O O demônio negro pode ser encontrado em todos os oceanos do mundo. E embora estejam por toda parte, habitam lugares insuspeitados e remotos nas profundezas do mar, onde nenhum outro ser vive.

Para localizar qualquer um desses peixes, você deve ir pelo menos 1.000 metros de profundidade. No entanto, alguns biólogos marinhos que estudaram esta espécie afirmam que vivem em locais muito mais profundos. Acredita-se que eles tenham de 3.000 a 4.000 metros de profundidade.

Além disso, o habitat desses peixes, além de ser profundo, é bastante frio. A temperatura média na parte mais profunda do mar é de 5 a 1 grau centígrado, na borda do ponto de congelamento.

Quanto os peixes do diabo negro medem e pesam?

No caso desta especiaria, as fêmeas costumam ser maiores que os machos, pois atingem no máximo 18 cm. O macho, por outro lado, atinge um décimo do tamanho das fêmeas, com um máximo conhecido de 2,8 centímetros.

O diabo negro tem o ocre escuro como cor característica, o que o torna praticamente invisível. Além disso, seus olhos são muito pequenos.

O que comem os peixes diabo preto?

O dieta do peixe diabo preto é bastante irregular. Isso acontece porque nas profundezas em que se encontra é quase impossível conseguir comida. Entre o que pode comer estão os restos de outras espécies.

Eles também podem se alimentar de zooplâncton, tanto vegetal quanto animal. São pequenos microrganismos ou animais desenvolvidos, como crustáceos e moluscos.

Eles também podem comer esponjas do mar ou vermes.

Quais iscas são usadas para pegar um peixe-diabo preto?

O demônio negro, portanto, não é pescado. Também não tem valor gastronômico ou esportivo.

Quando os demônios negros se reproduzem?

Esses abissais os peixes são muito solitários, mas isso muda quando eles conseguem um companheiro. A fêmea maior protege o macho quando ele está em perigo. Se um intruso chega, a fêmea o afasta com sua antena de luz.

Este "romance das profundezas" atinge seu clímax quando ambos se reproduzem. Existem poucos dados precisos sobre como se dá a reprodução dessas espécies e quanto é a quantidade de desova.

Não se descarta, entretanto, que se trate de uma espécie com baixo processo reprodutivo.

Os peixes do diabo negro são comestíveis?

Esses peixes têm nenhum valor gastronômico.

VÍDEOS Sobre. Melanocetus Johnsonii


Melanocetus Johnsonii "Black Devil".
PEIXES MONSTRUOSOS DAS PROFUNDIDADES. Melanocetus johnsoni.
Tamboril profundo | ESPANHA GEOGRÁFICA NACIONAL.
Eles capturam em vídeo os peixes mais assustadores das profundezas.

Fotos. Melanocetus Johnsonii


Melanocetus Johnsonii O demônio negro.
IVA INC.
Quinta-feira., 30 Junho.